DJ Gio In The House

Basta um tempo de conversa com o Giovanni Bitencourt para se percorrer mais de uma década na história da música eletrônica alternativa da capital paraense.

Quando o assunto é música, sua memória remonta à Disco Music e à MPB que seus pais costumavam ouvir em casa, também Michael Jackson, Rhythm and Blues e Rap. Metal e Rock Industrial (como White Zombie e Nine Inch Nails) fizeram a cabeça do Giovanni dos meados dos anos 90, mas foi com David Gilmour e companhia (Pink Floyd) que seus ouvidos se direcionaram ao experimental.

A mistura de Rock and Roll com sonoridade eletrônica se fez presente nos discmans e walkmans por um bom tempo, também o Jungle do britânico Goldie, a eterna festa dos Chemical Brothers, o meloso Trip Hop e o animado Daft Punk. Por sorte, para suprir seus ouvidos de cultura, Belém contava com lojas antológicas como a Gramophone – de propriedade do DJ Floriano Coutinho Jorge, CD Store, Fox Video e Big Music, sendo que os acervos das duas últimas eram gerenciados pelo Ricardo Moebius (figura de peso em sua formação musical).

Em 1998 passou a consumir música eletrônica constantemente, em específico DJ Marky Mark (como era chamado na época), Björk, Fatboy Slim e Tricky. Como naquela época a internet era bastante limitada, uma ótima forma de conhecer a música do mundo se dava com os programas de rádio locais e em Belém não era diferente. No inicio do ano 2000 existia o “Programa Toin” na Rádio Cultura apresentado pelo pessoal do Coletivo Cotonete, figuras fundamentais na criação da cena eletrônica no Pará. O programa, cuja pesquisa musical ficava à cargo do DJ enciclopédia Benjamin Ferreira, contava também com a participação dos ouvintes assíduos. Foi pedindo “Obssession” do Future Cut que Giovanni chamou a atenção dos comandantes do programa e finalmente pôde se aproximar de quem articulava culturalmente a coisa toda pela qual havia se apaixonado.

A partir disso pipocaram as festinhas legais na capital do açaí, como a Eletrolounge no Solar da Beira do Ver-O-Peso (construção histórica em estilo neoclássico fruto do período de apogeu da exploração do látex na região) com Ana Pet e Calibre, DJ Will tocando no Bar do Índio e festas do Cotonete na Zeppelin Club. Também havia a residência do grupo eletrônico 11:11 ORG no Roxy Bar que rendeu o entrosamento com outras figuras históricas como Márcio Passos e DJ Bubty (do coletivo PPP e mais tarde Energy BR).

Em 2003 a cena paraense começou a expandir descontroladamente com outras celebrações históricas como a EcoParty 2, o que fez com que os protagonistas dessa história procurassem juntar suas ideias a fim de diversificar as sonoridades oferecidas aos pagantes: surge o Belgrooves, uma “lista de e-mails” que deu origem ao coletivo Bassemotion encabeçado pelo DJ Coyote, Bernardo Pinheiro, Greg, Killex, Bené, Rodrigo Sade e o próprio Giovanni. Nas edições da festa homônima reinava o Drum and Bass e sons atmosféricos no comecinho do line up, sendo a primeira festa do coletivo na Boate Reduto o “marco zero” para o agora DJ Gio. No set: Lounge, Atmospheric Drum and Bass e um tanto de Trip Hop.

A crew Bassemotion. Foto: arquivo pessoal.
A crew Bassemotion.
Foto: arquivo pessoal.

Após algum tempo dedicado ao Bassemotion, em 2005 Giovanni fez parte da festa Durango 95 discotecando Rock and Roll. Foi exatamente nesse período que prestou atenção na House Music, bem como no Deep House, mas intimamente sentiu certa frustração com os gêneros e saiu em busca de algo que lhe permitisse, enquanto ouvinte, alçar vôos bem mais altos. Por isso mesmo foi ao Paraíso, na verdade Alto Paraíso: edição 2005 do festival de música e cultura alternativa Trancendence em Goiás. Ali entrou em contato com o que havia de mais privilegiado em música eletrônica dançante no planeta. Sua mais forte lembrança do festival foi ao assistir a dupla Flow e Zeo quando decidiu: é Progressive House que vai tocar.

De volta à terrinha e absolutamente influenciado por D-Nox, Beckers, Sasha e John Digweed, fez parte da festa MONDO ao lado de Marcus Emir, Tatu e Black com edições no Açaí Biruta, Mormaço e Ilha do Combu. Nessa época teve lições com grandes mestres como o DJ Coyote e Felipe Proença, a fim de aprimorar suas técnicas de mixagem. No finalzinho de 2007 a grande surpresa: fora escalado para se apresentar na Pista Alternativa do Universo Paralello 8 (a primeira edição do barquinho) ao lado do DJ Daniel Leite com o projeto MiniDuo. Foi bonito!

MiniDuo @ Universo Paralello 8 Foto: arquivo pessoal.
MiniDuo @ Universo Paralello 8
Foto: arquivo pessoal.

Apresentou-se em raves como A Xuxa Tinha Razão – atual XTR, GAP, Bulhufas, Noite do Cachorro Doido, Goadelic e Tierra Progresiva do saudoso Marcelo Frazão. Foi moderador do Portal E-Nation entre 2008 e 2009, eis que em 2012 integrou a moderação dos Apreciadores de Música Eletrônica – A.M.E. inclusive participando da elaboração do Manifesto do grupo. Naquele mesmo ano criou junto a Arnaldo Miranda e Eric Bordalo o projeto Belhell, com a primeira PVT acontecendo no segundo semestre de 2013. Após o retorno do Arnaldo da graduação em São Paulo, o trio resolveu promover a primeira edição aberta do projeto no Toca Restô adicionando à crew um integrante notório: o programador musical, apresentador e produtor cultural Kauê Almeida. A partir daí a história se escreve no presente com muita música, gente bacana e compromissada em levar entretenimento e boa música ao público.

190414_514153351977620_530016707_n

Agora Giovanni Bitencourt ganha voz e escreve também para o COLUNAS A.M.E. suas impressões, dissemina seus gostos e partilha conhecimento. Estamos muito orgulhosos de contar com as sábias palavras dessa figura musical que faz parte da cultura eletrônica do Pará.

SEJA MUITO BEM-VINDO!

Anúncios

2 opiniões sobre “DJ Gio In The House”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s